Novidades das Editoras - Março 2016

quarta-feira, 2 de março de 2016
O post de hoje será dedicado aos lançamentos e publicações de nossas novas Editoras parceiras, a Ateliê Editorial e a Hedra.


Ateliê Editorial 


A Voz que Canta na Voz que Fala – Poética e Política na Trajetória de Gilberto Gil 
Pedro Henrique Varoni de Carvalho
Coedição Editora Universitária Tiradentes

O livro aqui apresentado é uma viagem pela trajetória de Gilberto Gil e, consequentemente, pela trajetória política e poética do nosso país. Pedro Varoni acompanha o modo como Gilberto Gil faz da poesia um instrumento de intervenção política, bem como da política um lugar de manifestação artística, poética.

[...] estamos diante de um livro que amplia o olhar daqueles que se interessam pelas vozes, pelos gestos, pelas cores e pela língua de Gil e de nossa cultura nacional, bem como pelo modo que todas essas esferas fazem vibrar – no passado e no presente – a nossa brasilidade. (Vanice Sargentini e Amanda Braga)


Leia um trecho em pdf  |  Entrevista-conversa entre Pedro Henrique Varoni e Gilberto Gil



Viva Vaia – Poesia 1949-1979
Augusto de Campos

Esta edição de Viva Vaia, obra que estava esgotada, é a mais completa de todas as que já vieram a público. Além de manter o projeto gráfico original, de Julio Plaza, ela devolve a impressão em cores a alguns poemas – dentre os quais o clássico “luxo”. Este volume contém ainda um encarte com o poema-objeto “Linguaviagem”, que não foi incluído nas versões anteriores por motivos técnicos. Vem encartado, com o livro, o CD Poesia é Risco, que contém quinze poemas musicados por Cid Campos, filho do autor.

Contém CD encartado



Fotografia & História
Boris Kossoy

A fotografia é um resíduo do passado, fonte histórica aberta a interpretações. Esse é o mote da análise interdisciplinar que Kossoy faz do processo de representação nos documentos visuais. Fotografia & História traz princípios de investigação e uma metodologia de análise crítica das fontes fotográficas, a partir de uma abordagem sociocultural. A obra, em edição revista e ampliada, é pioneira no país. Tornou-se referência importante para historiadores, cientistas sociais e estudiosos da comunicação.






Hedra


Caixa Clássicos da Literatura Universal

Com quatro clássicos de grandes nomes da literatura, a caixa reúne:
A metamorfose, de Franz Kafka; 
A volta do parafuso, de Henry James; 
No coração das trevas, de Joseph Conrad; 
e Pequenos poemas em prosa, de Charles Baudelaire.








Escritos sobre Arte
Charles Baudelaire

Reunião de quatro textos da produção crítica de Baudelaire, escritor francês hoje reverenciado como um dos paradigmas máximos da modernidade, que foram produzidos para periódicos. Estes ensaios apresentam um conjunto de reflexões estéticas incomuns para o período, como o riso na caricatura, a definição da arte filosófica e a recuperação de autores pouco valorizados.

Compõem esta edição: “Da essência do riso” (Le Portefeuille), de 1855, “Alguns caricaturistas estrangeiros” (Le Présent), de 1857, “A arte filosófica” (original encontrado entre papéis de Baudelaire e publicado postumamente em Arte romântica) e “A obra e a vida de Eugène Delacroix” (L'Opinion Nationale), de 1863



Folhas de Relva - Whalt Whitman

Folhas de Relva ocupa o lugar fundador da poesia norte-americana moderna. Ignorado e ridicularizado pela crítica de seu tempo, fosse pelo caráter experimental de seu verso, fosse pela abertura à polêmica, tratou sem restrições questões como a sexualidade e expondo uma religiosidade sem dogmas.

As sete edições do livro - que cobrem um período de 1855 a 1891 - serviriam de veículo para que Whitman vazasse seu testemunho dos principais acontecimentos e debates de um período em que os Estados Unidos assumiam o partido da modernidade, entrando em conflito com estruturas sociais e políticas de raiz colonial, como a escravidão, ao mesmo tempo em que davam os primeiros passos imperialistas.

A "Edição do leito de morte" marca o fim do processo de composição e organização do livro, reunindo quase 40 anos de uma produção poética ininterrupta, na qual as formas tradicionais da poesia dão lugar à pesquisa atenta a novas formas de expressão, bem como a sentimentos, opiniões e acontecimentos sem precedentes na constituição do cânone universal.




E vocês, já tiveram a oportunidade de ler algum dos autores citados? Olha, confesso que foi difícil escolher apenas três livros para esta apresentação, pois o catálogo de ambas as editoras é bem vasto, e com muitas obras clássicas, dessas que a gente sempre precisa ler durante a universidade... Mas, se fosse pra recomendar apenas um de cada, diria que os "achadíssimos" da lista são o Fotografia e História (nossa, como eu já 'penei' nas livrarias e sebos aqui do Rio procurando esse livro, viu! rs) e o Folhas de Relva, por motivos de: o Whitman é simplesmente um dos poetas mais incriveis do século 20 :)
2 comentários on "Novidades das Editoras - Março 2016"
  1. Oi!

    Que beleza de lançamentos! Eu fiquei interessada no Viva vaia1 Adoro Augusto de Campos!

    Bjs, Michele

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  2. Eu quero essa "Caixa Clássicos da Literatura Universal", gente tá muito linda a seleção de autores!

    Pandora
    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir

Auto Post Signature