quarta-feira, 5 de abril de 2017

Fogo contra Fogo - Jenny Han e Siobhan Vivian | Editora Novo Conceito | Texto por Luana Souza


E aqui estou eu de novo! Depois da resenha da série O Lado Mais Sombrio, eu venho falar a convite da Rebeca da trilogia de Siobhan Vivian e Jenny Han, mais focada no último que foi lançado, o Fogo Contra Fogo. Ah, só ressaltando que eu recebi o terceiro livro da Rebeca (muito obrigada!), e os outros dois eu comprei em e-book e li no meu tablet. Vou dar um pequeno review sobre eles também :)




"Alguma vez você já quis realmente se vingar de alguém que a ofendeu? Talvez uma ex-amiga que a apunhalou pelas costas, ou um namorado traidor, ou um estúpido da escola que a humilhou desde que você era pequena... Alguma vez você já sonhou em envergonhá-lo na frente de todos? E, então, alguma vez você se uniu com outras duas pessoas para criar um elaborado esquema de destruição e revanche? A maior parte de nós não pode dizer que sim a todas essas perguntas (felizmente). Mas, certamente, todos nós somos capazes de nos identificar com muitos dos sentimentos de Kat, Lillia e Mary em Olho por Olho...

No entanto, de um exercício de malícia, de uma simples brincadeira adolescente, o jogo do “aqui se faz, aqui se paga” poderá assumir proporções trágicas, em que até mesmo as leis da natureza vão se dispor, misteriosamente, a acalmar os corações ofendidos.

Deixe-se levar por uma genuína história sobre o certo e o errado, o justo e o injustificável e procure entender — se possível — os verdadeiros motivos que transformaram estas três meninas. 

Dramático, honesto e fascinante, este é um livro que ultrapassa todas as expectativas!"

A premissa pode nos lembrar aqueles livros colegiais, e é. Na verdade, acho que esse tipo de enredo é tão encontrado porque é algo que funciona. A história parece ser clichê, mas a questão de ter três garotas que desejam se vingar é algo realmente peculiar e que nos deixa curiosos para saber o final. Foi o livro mais leve da trilogia, e uma leitura muito agradável!




"Depois dos acontecimentos do homecoming, Reeve foi parar no hospital, com uma perna quebrada, e seu futuro como atleta está ameaçado. As meninas se sentem culpadas por toda a situação. Não esperavam que as consequências do plano fossem tão graves. Quase perderam o controle.

Já que Reeve está mais arrogante do que nunca, o jeito será aplicar nele uma dose do seu próprio veneno e esperar que aprenda a lição. O acidente no baile deixou marcas profundas na consciência de Lillia, Kat e Mary. Sentimentos como amizade, lealdade e ódio se misturam, questionamentos sobre limites... Alguns segredos são mais difíceis de guardar. Aliás, o que são essas coisas estranhas que estão acontecendo com Mary?

À medida que Lillia, Kat e Mary descobrem verdades incômodas sobre os moradores da ilha, percebem também que não se conheciam como pensavam. Cada vez mais elas lidarão com o sentimento de que talvez tenham ido longe demais..."

Apesar de essa ter sido minha capa favorita, foi o que menos me agradou por ter sido muito arrastado. Acho que muitas coisas nele acabaram caindo no "clichê adolescente", como por exemplo ser odiada pela ~rainha do colégio~ e se apaixonar pelo babaca que não é tão babaca. Ah, outra coisa que me incomodou foi o fato de a autora ter nos feito odiar certos personagens no primeiro livro, e nos encantar por eles nesse.




"A festa de Ano-novo terminou com uma tragédia irreparável, e Mary, Kat e Lillia podem não estar preparadas para o que está por vir.

Após a morte de Rennie, Kat e Lillia tentam entender os acontecimentos fatais daquela noite. Ambas se culpam pela tragédia. Se Lillia não tivesse se apaixonado por Reevie. Se Kat não tivesse deixado Rennie ter partido sozinha. Se a vingança não tivesse ido longe demais, talvez as coisas seriam como antes. Agora, elas nunca mais serão as mesmas.

Apenas Mary sabe a verdade sobre aquela noite. Sobre o que ela realmente é. Também descobriu a verdade sobre Lillia e Reeve terem se apaixonado, sobre Reeve ser feliz quando tudo o que ele merece é o sofrimento, assim como ela ainda sofre.

Para Mary, as tentativas infantis de vingança ficaram no passado, ela está fora de controle e pretende sujar suas mãos de sangue, afinal, não tem mais nada a perder."


Esse foi o meu favorito da trilogia, tanto que foi o que li mais rápido. Eu queria muito, muito, muito saber qual seria o desfecho da história. Mesmo o final tendo sido muito corrido e definitivamente decepcionante, por algumas cenas terem saído muito artificiais e muito dramáticas, é algo que nos deixa satisfeitos. A gente consegue adentrar um pouco mais nas personagens Kat e Lillia, o que foi muito bom para esclarecer diversos pontos.

Algo que me incomodou muito foi um romance específico que as autoras criaram e que destruíram de uma hora pra outra. No começo, não me convenceu, mas depois eu fiquei torcendo para que aquele casal acabasse junto. Inclusive, tem uma cena um tanto sensual entre os dois e que nos pensar "que bonitinho, vão ficar juntos", mas esse mesmo amor acaba se desconstruindo de uma forma estranha.

Essa trilogia me remeteu a três coisas que eu gosto: 

Carrie, a Estranha (a Mary é muito Carrie!);
Harper's Island, por conta da atmosfera da ilha;
O istério das duas irmãs;
American Horror Story - Murder House (não vou dizer a razão pra não dar spoiler)


Concluindo, é uma trilogia muito legal, com coisas que parecem ser algo que não são (preste atenção ao detalhes!), clima colegial, vingança, amor e mistério. Não são exatamente os livros que serviriam como "respiro" entre leituras, pois tem assuntos que são muito pesados. É uma série que nos instiga a continuar lendo até saber o final, e que eu indicaria para as pessoas ❤


Falando um pouquinho sobre a edição de "Fogo contra Fogo" (que, acredito eu, tenha seguido os mesmo padrões das anteriores), está maravilhosa. Mesmo eu não gostando muito de capas com pessoa, eu me ~simpatizei~ com ela. As páginas são amareladas e levemente porosas, além de a diagramação ser ótima!

Ah, e quero dar outra bronca do bem na Editora Novo Conceito, pois o terceiro livro demorou muito para ser lançado. Fico pensando no quanto as pessoas que começaram a a ler a série em 2013 sofreram com essa espera </3


Eu estou muito feliz por ter tido a oportunidade de falar sobre esses livros, pois foram uma verdadeira surpresa que caiu de paraquedas nas minhas leituras de 2017! Obrigada pela oportunidade conhecê-los, Rebeca *-* Alguém aí já leu? Gostaram da resenha/indicação? Vou amar saber as opiniões de vocês.

Obrigada por tudo, pessoal!



Be First to Post Comment !
Postar um comentário