A Menina feita de Sonhos - Uma crônica de Gih Medeiros

domingo, 7 de maio de 2017

Eu conheço uma menina feita de sonhos. Sempre doce, sempre alegre, sempre com uma palavra otimista a quem precisa. Sábia, consegue esconder as próprias dores e incertezas, levando a quem a conhece a pensar que ela não tem grandes preocupações, que tudo em sua vida se resolve facilmente. Pobres aqueles que nada sabem sobre sua essência, que não enxergam além do que está na superfície de sua atitude leve e graciosa.

A menina feita de sonhos tinha um segredo. Seu coração, era o coração de uma princesa. Mas, como mostrar às pessoas a verdade de sua nobreza, sem ser tachada de iludida? Como trazer à vista dos desinformados que não era uma donzela indefesa, mas uma donzela guerreira? Como tirar o véu dos olhos dos desiludidos e mostrar-lhes que não há nada de errado em almejar o melhor que a vida pode oferecer?

Observadora, percebeu que não adiantava dizer nada à maioria das pessoas, que a melhor estratégia seria demonstrar. Afinal, palavras podem apenas serem palavras. Podem não ter valor dependendo de quem as profere. Assim, decidida, a menina feita de sonhos começou a distribuir gentilezas e risos por onde passava, sempre deixando sua marca na vida e no coração daqueles que se desarmavam diante do seu olhar rasgado e do sorriso largo.

Mas, a menina feita de sonhos com o tempo percebeu que algo estava faltando. Apesar de todos a seu redor estarem bem, principalmente em sua companhia, ela sabia que uma peça do seu quebra-cabeça estava fora de alcance. Num estalo, percebeu que precisava encontrar alguém como ela, feito de sonhos e com coração nobre. O coração de um príncipe. 

“Por onde começar tal jornada? ”, ela se perguntava frequentemente, até se dar conta de que deveria conspirar com o Universo e favorecer essa busca. Então, começou a conhecer possíveis candidatos a completar seu quebra-cabeça.

Mas a menina feita de sonhos logo descobriu que essa não era uma tarefa fácil, que as pessoas não sabem quem são ou que são capazes de viver plenamente um personagem, como se a vida fosse um eterno teatro de ilusões. De coração partido, ela decidiu se retrair novamente e ficar próxima do que conhece e do que lhe faz bem.

As verdadeiras amizades contribuíram para seu processo de regeneração e aos poucos, ela voltou a sorrir novamente e percebeu que não era o fim do mundo abrir seu coração e vê-lo ser rejeitado por quem não tem a mesma essência nobre. E que ter seu coração partido significava que ao menos ela havia tentado, e isso era bom.

Com a alma refeita e mais forte do que nunca, a menina feita de sonhos voltou a brilhar com toda a sua intensidade. Seu brilho começou a funcionar como um ímã, atraindo somente pessoas de bem, pessoas nobres, que queriam sempre estar perto daquela menina alegre de bochechas rosadas e falas surpreendentes. E antes que a menina percebesse com sua mente, encontrou com o coração, alguém que era tão nobre como ela. Alguém com o coração de um príncipe. 

Mas, durante muito tempo, essa descoberta ficou nublada pelo véu da amizade. Uma amizade tão genuína, que se apoiaram um no ombro do outro nos momentos mais difíceis, quando seus sentimentos por outras pessoas foram manchados pela desilusão e a incerteza da recuperação não os deixava enxergar a cura que estava ali, ao lado.

Só não contavam com a conspiração do Universo, que está sempre a favor daqueles que merecem. E um belo dia, num estalo, a menina percebeu com a mente, o que já sabia com o coração. Havia encontrado a peça que faltava. Mas, a princípio, seu mundo desmoronou, pois como poderia amar seu melhor amigo? Como poderia colocar em risco algo que só lhe trazia benefícios? Como poderia conviver com tal sentimento e ver seu par ideal com qualquer outra pessoa que não fosse ela mesma? 

O que a menina feita de sonhos não sabia naquele instante de epifania dolorosa, era que seu sentimento era nobremente retribuído. E nobre foi o reconhecimento de ambos, quando se despiram de qualquer véu ilusório e enxergaram que não há nada melhor do que amar quem já te ama! E que não há presente melhor da vida do que se apaixonar por um amigo verdadeiro e receber tanto amor de volta.

Hoje, eles não são mais duas pessoas com coração nobre perdidas por aí tentando se encontrar. São um nobre casal da realeza que inspiram e melhoram a vida de todos que tem o privilégio de conviver com pessoas tão elevadas moral e espiritualmente.

“Ando por aí querendo te encontrar
Em cada esquina, paro em cada olhar
Deixo a tristeza e trago a esperança em seu lugar
Que o nosso amor pra sempre viva, minha dádiva
Quero poder jurar que essa paixão jamais será
Palavras, apenas
Palavras pequenas
Palavras”

Palavras ao Vento, Cássia Eller 
Com Você... Meu Mundo Ficaria Completo, 1999

Dedicado a Sheila França, a Menina feita de sonhos :)

22 comentários on "A Menina feita de Sonhos - Uma crônica de Gih Medeiros"
  1. Acaba não miga, que eu tenho que ler isso no seu casório uhuhuhu ❤❤❤❤

    ResponderExcluir
  2. Nada melhor que sonhar nesta vida! Amei essa crônica linda, muito bem escrita! Amo essa música da Cássia Eller! Resumindo, post maravilhoso! Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Ci! Essa música é muito especial mesmo! Bjos ❤

      Excluir
  3. Que crônica maravilhosa! Essa é a primeira vez que venho no seu blog mas deixo aqui minha pergunta, já pensou em publicar um livro? haha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marina, seja muito bem-vinda!!! E respondendo à sua pergunta, sim, estamos trabalhando nessa ideia de publicar um livro com as crônicas ❤ Bjo.

      Excluir
  4. Que coisa maravilhosa <3 Parabéns pela crônica! Me transportou para outra dimensão. Leria um livro seu sem dúvidas! Abraço :D

    http://lupiliteratus.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fábio, você me alegra demais ao dizer isso! Espero que isso se torne realidade em breve!!! Bjo ❤

      Excluir
  5. Nossa ual!!!
    Eu amei, meu coração se encheu de emoção, " ela era uma princesa".
    O texto é encantador, a escrita maravilhosa, daquelas que marca, daqueles inesquecíveis.
    Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!!! Tem muitos outros textos como esse aqui no blog, dá uma olhadinha 😉
      Bjo ❤

      Excluir
  6. Perfeita! Adorei a crônica! parabéns!!!

    ResponderExcluir
  7. Crônica maravilhosa, muito bem escrita e gostosa de ler. Me identifiquei, sou sonhadora e tambem escondo muitas dores por trás de um sorriso.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No fundo, a maioria de nós passa por isso né? É bom saber que não somos as únicas. Bjo ❤

      Excluir
  8. Parabéns!
    Que texto maravilhoso,delicado e tocante.
    E venho em boa hora, estava precisando ler alguma coisa tão linda assim, obrigada.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você não faz ideia de como me sinto feliz por saber que tornei o seu dia um pouquinho melhor ♥
      A gratidão é toda minha!!! Bjos!

      Excluir
  9. Que texto encantador. Somos todos a menina feita de sonhos, sempre em busca de alguém que nos transborde.
    Tão bom morrer de amor e continuar vivendo.

    Parabéns pelo blog.
    www.sobrecadamomento.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oiee!!

    Gostei bastante da crônica, você que escreveu? Muito bem escrita e belíssimas palavras, parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thai, quem escreveu fui eu, mas obrigada por suas palavras. Bjs

      Excluir

Auto Post Signature