Especial Jane Austen | Por Michelle Fraga

by - 04:30:00



Dia 18 de julho de 2017 foi o bicentenário de morte da autora britânica Jane Austen. Fãs do mundo todo estão fazendo suas homenagens e eu não poderia ficar de fora.

Jane Austen foi a primeira autora internacional que eu li. Aos 14 anos eu fui presenteada com um exemplar de Orgulho & Preconceito, da editora Martin Claret, e de lá para cá a minha paixão pela autora se consolidou cada vez mais.


A princípio, ao mau leitor, as obras de Jane Austen podem parecer indicativas do bom comportamento da sociedade da época, mas o leitor atento logo descobre que a autora utiliza de sutileza e ironia para questionar os padrões da sociedade britânica na qual estava inserida. 



O mais incrível em Austen é que, assim como as irmãs Brontë, ela conseguiu publicar seus livros e ter reconhecimento em vida sem precisar adotar um pseudônimo masculino. Em 1811 conseguiu a primeira publicação de Razão & Sensibilidade (que teve seu bicentenário em 2011). Em 1813 foi a vez de Orgulho & Preconceito ser publicado e trazer à tona a famosa frase: “É verdade universalmente conhecida que um homem solteiro e muito rico precisa de esposa”. Uma tremenda ironia que vai ganhando força no papel de Lizzie Bennet. Em 1814 foi a vez de Mansfield Park ser publicado, trazendo à tona temas polêmicos como abolição da escravatura, inteligência feminina, infidelidade conjugal e bissexualidade. Em 1815 é a vez de Emma, que foi seu último livro publicado em vida e que recebeu muitas críticas positivas. Jane partiu precocemente em 1817, aos 41 anos de idade, em virtude de uma insuficiência adrenal primária. Postumamente, em 1818, os manuscritos de Persuasão e A Abadia de Northanger foram publicados, pois estavam finalizados desde o ano anterior. Foram encontrados, também, outros manuscritos inacabados, como seu último romance Lady Susan e alguns contos.



Confira abaixo a vídeo resenha de Mansfield Park com comentários sobre os outros livros (todos com publicação pela editora Martin Claret) e as adaptações cinematográficas.


E vocês, são fãs de Jane Austen? Qual livros da autora preferem?

Nos vemos na próxima,
Mich Fraga

You May Also Like

2 comentários

  1. Oi, Michelle!
    Tenho duas edições lindas de livros da Jane aqui em casa, mas ainda não li nenhum deles. Posts como o seu me fazem brigar comigo mesma pela demora e ter vontade de passá-los na frente dos outros na fila de leitura. Adoro esse tipo de escrita, que critica com sutileza, fazendo uso de ironia. Tenho certeza de que virarei fã também!

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carla, eu torço muito para que você dê uma chance às suas edições de Jane Austen e entre para o grande time de fãs da autora. São livros que realmente valem a pena serem lidos e já que você tem duas edições incríveis, acredito que a leitura será ainda mais prazerosa ;)
      Beijos,
      Michelle

      Excluir

Visitas